Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Recém-inaugurada Galeria de Arte, Ciência e Tecnologia do INES reabre exposição para o público
Início do conteúdo da página
Notícias e Avisos

INES tem proposta inovadora de Mestrado Profissional aprovada pela CAPES

  • Publicado: Quarta, 31 de Outubro de 2018, 21h28

No último dia 26 de outubro de 2018 recebemos a notícia de que a proposta de Mestrado Profissional em Educação Bilíngue havia sido aprovada pelos avaliadores da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Logo que recebemos a notícia, membros da comunidade surda e não-surda de todo o país, através as redes sociais, felicitaram o INES por este enorme avanço na educação de surdos!

A motivação para elaboração do curso de mestrado partiu da leitura do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2012-2016 do INES, que previa em seu texto a criação de um curso de mestrado assim que as condições institucionais fossem estabelecidas, especialmente com a ampliação do quadro docente de doutores. Em 2014, com a entrada no INES de cerca de 30 novos docentes doutores e mestres, iniciaram-se as discussões e as primeiras tratativas para a concretização de uma pós-graduação stricto sensu. Em abril de 2016, com a criação de comissão própria para stricto sensu no Departamento de Ensino Superior, iniciaram-se os trabalhos de seleção dos docentes que elaborariam esta nova proposta.

Apresentarem-se para a elaboração do projeto 14 docentes provenientes do DESU, DEBASI, UFF e UFRJ. Agradecemos todo trabalho realizado por estes docentes ao longo dos últimos três anos: Ana Regina e Souza Campello (INES DESU), Claudia Pimentel (INES DESU), Cristiane Correia Taveira (INES DESU), Alexandre Rosado (INES DESU), Claudio Carvalho (INES DESU), Fernanda Beatriz Caricari de Morais (INES DESU), José Renato de Carvalho Baptista (INES DESU), Lívia Letícia Belmiro Buscácio (INES DEBASI), Sara Moitinho (INES DESU), Solange Maria da Rocha (INES DESU), Tanya Amara Felipe de Souza (INES DESU), Valéria Campos  Muniz (INES DESU), Danielle Cristina Mendes Pereira (UFRJ) e Maria Izabel dos Santos Garcia (UFF, transferida para o INES DESU em 2018).

Com o grupo formado, ao longo de 2016 e 2017 foram definidas as 3 linhas de pesquisa previstas no curso, a saber: (1) Educação de surdos e suas interfaces; (2) Língua e Linguagem; e (3) Memória, Marcadores Linguísticos, Culturais e Territoriais. Também foi definida coletivamente a Área de Concentração do programa: Educação Bilíngue. Os doze docentes permanentes e os dois docentes colaboradores construíram então as ementas das 22 disciplinas do programa stricto sensu, distribuídas entre as linhas de pesquisa e disciplinas gerais do programa. O aluno do mestrado terá que concluir o curso em 2 anos, com direito a pedido de 6 meses de prorrogação.

O curso tem como principal objetivo a formação de profissionais para atuarem na área  de Educação Bilíngue de surdos, em seus múltiplos desdobramentos nas áreas de Educação, Educação Especial, Letras/Linguística e Artes, evidenciando o caráter interdisciplinar que constitui historicamente o campo. O novo curso vincula-se à produção de investigações, proposição de metodologias e criação de objetos educacionais integrados às pesquisas derivadas das três linhas de pesquisa. Esperamos que nossos futuros alunos aliem ação à teoria, atingindo contribuições significativas e transformadoras na área da Educação Bilíngue de surdos.

Assim que possível, em 2019 divulgaremos edital para seleção de alunos para a primeira turma desse curso pioneiro! Todas as informações estarão em nossa seção “Ensino Superior” no site do INES (http://www.ines.gov.br/).

Fim do conteúdo da página