Materiais didáticos em Libras como facilitadores do processo inclusivo

Luciane Cruz Silveira, Ana Regina e Souza Campello

Resumo


A escola municipal Salvador Kling, que está em funcionamento desde o ano 2000, passou, em 2008, a receber alunos surdos para a inclusão no segundo segmento do Ensino Fundamental e desde então vem desenvolvendo vários projetos para garantir o sucesso de seus educandos, dentre eles a produção de materiais didáticos em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Este artigo tem como objetivo abordar a produção do dicionário de Libras, o dicionário de língua portuguesa em Libras, e os vídeos de adaptações de conteúdos programáticos como instrumentos visual-espaciais fundamentais para a aprendizagem de Libras por alunos surdos e ouvintes. Pretendem-se produzir ainda alguns recursos didáticos que possam ser explorados de diferentes maneiras para o ensino da língua portuguesa e demais áreas de conhecimento.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20395/re.v0i43.12

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Espaço

Revista Espaço 1990-2019 | INES - Instituto Nacional de Educação de Surdos

ISSN Impresso 0103-7668

ISSN Eletrônico 2525-6203

Indexação