A (in)visibilidade do aluno surdo em classes inclusivas: discussões e reflexões

Celeste Azulay Kelman, Edeilce Aparecida Santos Buzar

Resumo


Este trabalho fundamenta-se no referencial da Teoria Histórico cultural e tem como base analítica os pressupostos da Epistemologia Qualitativa e da Análise Microgenética para interpretar as informações obtidas no estudo empírico. Descreve e analisa aspectos da inclusão educacional para alunos(as) surdos, evidenciando o quanto a existência de barreira comunicacional pode trazer implicações negativas para o seu processo de aprendizagem. Para tanto, observou-se educandos surdos do 1 Ciclo do Ensino Fundamental em seu processo educacional, a fim de analisar os processos acadêmicos e linguísticos envolvidos na situação, notadamente no que tange à interpretação educacional que é realizada. Este estudo visa contribuir para a reflexão a respeito da educação inclusiva para alunos surdos nas séries iniciais da Educação Básica.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20395/re.v0i37.204

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Espaço

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Espaço 1990-2019 | INES - Instituto Nacional de Educação de Surdos

ISSN Impresso 0103-7668

ISSN Eletrônico 2525-6203

Indexação