Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Portal INES

PodCast de Vale Social

  • Publicado: Quinta, 27 de Agosto de 2020, 17h50

 

Vale Social

Apresentação

Durante esse período de Pandemia, nós da DISOP estaremos trazendo pra vocês algumas informações referentes a questões que surgem frequentemente em nossos atendimentos. A ideia é que seja em formato de podcast, com perguntas e respostas também traduzido em libras, para garantir a acessibilidade dos familiares surdos. O primeiro tema abordado será o Vale Social.

O que é o Vale Social ?

É um benefício que assegura a gratuidade em ônibus intermunicipais no Estado do Rio de Janeiro.

Quem tem direito ao vale social?

Pessoas com deficiência e pessoas com doenças crônicas que estejam em tratamento médico ou medicamentoso em Unidade Pública de Saúde . É importante dizer que somente a deficiência já garante o benefício. Então, pessoas com deficiência não precisam comprovar que tem doença crônica para adquirir o Vale Social.

Esse cartão pode ser usado em ônibus do Município do Rio?

NÃO. Esse cartão é usado apenas em ônibus intermunicipal, ou seja, que vai de um município para outro.

É verdade que ele serve pra usar no metrô , no trêm e na barca ?

Sim. O Cartão que é usado no ônibus serve apenas para usar nas barcas. Para o trêm e o metrô é necessário solicitar outros cartões após receber o Vale Social do ônibus.

Como faz pra adquirir o vale social ?

É necessário que o beneficiário compareça a um dos postos cadastrados espalhados por todo Rio de Janeiro, como a Fundação Leão XIII.

E os alunos do INES como devem fazer para adquirir o cartão ?

O INES possui uma parceria com a Setrans que foi reativada em 2018, onde o aluno que possui matricula no Ines pode dar entrada no cartão e fazer a sua renovação diretamente no INES sem a necessidade de se dirigir a outro posto.

Qual a diferença do INES para os outros postos?

Quem da entrada pelo INES , além de não precisar ir ao SUS para preencher o laudo médico, recebe um cartão permanente, precisando fazer apenas prova de vida a cada quatro anos sem necessidade de novos laudos médicos.

Quais os documentos necessários para adquirir o cartão ?

Ficha de cadastro fornecida pelos polos, incluído o INES , ou pela internet .

RG ou certidão de nascimento do beneficiário

RG e CPF do responsável ou representante legal no caso de menor

RG e CPF do acompanhante em caso de adulto que necessite de acompanhamento.

Uma FOTO 3x 4

Comprovante de residência que deve esta no nome do próprio , do responsável ou representante legal. Caso contrário,vai precisar preencher uma declaração de residência que está disponível nos polos e também no INES. Além disso, será necessário o RG do titular dessa conta.

Lembrando que, se for feito fora do INES, a parte do atestado médico deve ser preenchida pelo médico do SUS.

Orientamos que primeiramente o aluno procure a DISOP para iniciar todo o processo feito pelo INES.

Como o beneficiário tem que fazer pra adquirir o cartão do trêm e do metrô?

Após receber o cartão do Vale Social do ônibus é necessário comparecer na Central do Brasil, plataforma 13, para dar entrada no cartão do trêm e no setor de gratuidade do metrô para da entrada no cartão do metrô, portando os documentos básicos como RG e CPF.

Com a pandemia, como é feito para adquirir o cartão?

Durante o período de pandemia, o beneficiário deverá se dirigir a uma Fundação Leão XIII. Isso vale também para os alunos do INES. E em caso de renovação como fica durante a pandemia ? O governo do estado do Rio de Janeiro (com a lei 8908 de 29 de junho de 2020) tornou automática a renovação do Vale Social, enquanto durar a pandemia da covid 19, mediante apresentação de RG e laudo médico ou do cartão de marcação de consulta em Unidade de Saúde onde realiza tratamento para portadores de doença crônica.

É importante ressaltar que após o fim das restrições do novo coronavirus, o beneficiário terá até 45 dias para renovar o cartão.

São os mesmo documentos de quando deu entrada pela primeira vez ?

Sim. Principalmente aqueles que houve alteração como RG ou comprovante de residência, foto que queira alterar, além dos formulários de cadastro e atestado médico .

Em caso de bloqueio, como faz ?

Os casos de bloqueio devem ser verificado através do tel : 21274000. Após a confirmação, o beneficiário deverá comparecer ,durante o período da pandemia, na estação do metrô Siqueira Campos em Copacabana, no horário de 10h às 13 h .

Em caso de necessidade de segunda via do cartão, como o beneficiário tem que fazer ?

Para a segunda via, é necessário fazer o cancelamento do cartão antigo via telefone e depois fazer o depósito de um pequeno valor, para que seja solicitado um novo cartão.

Pode ter acompanhante no Vale Social ?

Sim. Desde que o beneficiário seja menor de idade ou que possua laudo médico que comprove a necessidade de acompanhante.

Toda vez que for usar o cartão, precisa ser o mesmo acompanhante ?

O sistema de câmera do ônibus aceita até três acompanhantes desde que apresente uma certa regularidade no uso. Fora isso, o cartão ponderá ser bloqueado ou até cancelado .

O acompanhante pode fazer uso do cartão sem o beneficiário?

Não. O benefício do acompanhante necessita de comprovação em laudo médico. Então, se usar sozinho, o beneficiário poderá ter o cartão bloqueado.

O cartão pode ser emprestado para outra pessoa ?

Não. O benefício é intransferível ou seja, somente a pessoa e o acompanhante , caso tenha direito, pode usar o cartão; senão será bloqueado . 

registrado em:
Fim do conteúdo da página