Matemática por toda parte

Silene Madalena, Manoela Oliveira, Humberto Gripp Diniz

Resumo


O conhecimento matemático está presente em diversas situações de uso diário, tornando-se ferramenta indispensável para a inserção do ser humano na sociedade atual. Seu domínio favorece a construção de relações lógicas que transformam a maneira de pensar, possibilitando uma visão de mundo mais ampla. Contudo, como aproximar os estudantes surdos desse universo? Como auxiliá-los a compreender a importância do conhecimento matemático para uma real inserção na sociedade? Com estas interrogações norteando o planejamento do ano de 2018, a equipe de professores da Oficina de Matemática elaborou o primeiro projeto de trabalho do ano letivo com o tema “Matemática em toda parte”. Queríamos apresentar a Matemática como um vasto campo de conhecimento, com o cuidado de não reduzi-la às operações numéricas. Além disso, julgamos ser o tema interessante para sondar os conhecimentos dos alunos acerca de Grandezas e Medidas, nosso foco inicial. Elaboramos um mural e uma série de slides com diferentes situações matemáticas, entretanto nossa principal ferramenta de trabalho seria a certidão de nascimento. Utilizaríamos a certidão como texto visando ao letramento matemático. Confeccionamos um calendário gigante junto com os estudantes no qual cada um pôde colar sua foto no dia do seu aniversário. Montamos um mural em que todos os integrantes do Setor aparecem fazendo seu sinal em Libras para trabalhar as relações de pertinência aos diferentes grupos sociais. Ao término do projeto, avaliamos como tendo sido bastante produtiva a abordagem realizada. As estratégias escolhidas possibilitaram aos estudantes não só a ampliação do conhecimento acerca da Matemática como também em relação às noções de tempo. Entretanto o que mais nos surpreendeu foi o desconhecimento dos estudantes sobre sua história de vida. Quem escolheu seu nome? O que determina o dia do seu aniversário? Como calcular a idade de cada pessoa? Onde você nasceu? Diante das dificuldades observadas pela equipe, realizamos um encontro com os pais de nossos alunos apontando os desafios encontrados ao longo do bimestre. A aproximação entre casa/escola, família e professores é fundamental para diminuir as dificuldades comunicativas vividas cotidianamente por nossos alunos. Com visão interdisciplinar, em uma abordagem bilíngue e provando que a Matemática está de fato em toda parte, nosso projeto foi além das nossas expectativas iniciais, favorecendo a construção da identidade surda de nossos estudantes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20395/fb.v0i38.530

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Impresso: 1518-2509
ISSN Eletrônico: 2525-6211 

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Forum está avaliada como B4 no Qualis- Interdisciplinar/CAPES

 

INDEXADA EM:


Resultado de imagem para sumario.org logo  Resultado de imagem para google acadêmico Resultado de imagem para portal periódicos capes  Resultado de imagem para doaj  Imagem relacionadaResultado de imagem para livre cnen