Reflexões sobre a aquisição da escrita da língua portuguesa por criança surda usuária da Língua Brasileira de Sinais

Maria Cristina da Cunha Pereira

Resumo


Este trabalho apresenta reflexões sobre a aquisição da escrita da língua portu-guesa por uma criança surda, filha de pais ouvintes, ao longo da educação infantil e nos primeiros anos do ensino fundamental. A criança adquiriu a Língua Brasileira de Sinais (Libras) na escola na interação na interação com adultos surdos e ouvintes. Visando à aquisição da escrita, a criança foi inse-rida, desde a Educação Infantil, em práticas discursivas escritas, mediadas pela língua de sinais. A análise de pro-duções escritas da criança evidencia um processo semelhante ao observado em crianças ouvintes, embora os resultados sejam diferentes devido ao fato de ela ter usado a visão para elaborar suas hipóteses sobre o funcionamento linguístico-discursivo da língua portu-guesa escrita.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20395/re.v0i43.13

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Espaço

Revista Espaço 1990-2019 | INES - Instituto Nacional de Educação de Surdos

ISSN Impresso 0103-7668

ISSN Eletrônico 2525-6203

Indexação